PARTICIPAR DO HALLOWEEN É PECADO?

Halloween é uma festa recente no mundo Ocidental. É uma das mais populares nos EUA , perdendo apenas para o Natal, mas ainda um modismo no Brasil.

Halloween é a comemoração do Dia das Bruxas; ele era originalmente um feriado pagão, homenageando os mortos nos EUA. Halloween foi referido como ‘All Hallows Eve’ - “véspera de Todos os Santos”, que foi criado pelos cristãos para converter os pagãos e é comemorado em 1 º de novembro.

Halloween tem suas origens no antigo festival celta conhecida como Samhain ( pronuncia-se "sah -win" ) .O festival de Samhain é uma celebração do fim da época de colheita na cultura gaélica .

Samhain era um tempo usado pelos antigos pagãos para fazer um balanço de suprimentos e se preparar para o inverno. Os antigos celtas acreditavam que em 31 de outubro, as fronteiras entre os mundos dos vivos e dos mortos e sobrepostas a falecidos voltaria à vida e causar estragos como doença ou colheitas danificadas.

Entre 1717 e 1770, um milhão de escoses e irlandeses emigraram para a América; e depois a Grande Fome da Irlanda trouxe mais um milhão de imigrantes entre 1845-1849. Britânicos e irlandeses de imigração nos Estados Unidos atingiu o pico em 1880.

Ritualizada nesta época como costume irlandês, o Halloween era praticamente desconhecido na América.

Foi associado ao ‘Dia das Bruxas’ porque os protestantes puritanos perseguiam e queimavam nas fogueiras os irlandeses que tinham o hábito do ocultismo. Grandes perseguições nestes dias de festas eram feitas pelos puritanos.

Associada com a indústria dos filmes de terror, na década de 70 se tornou um modismo pós-moderno.

A grande questão é se esses modismos afetam a espiritualidade dos crentes que participam dessas festas e brincadeiras em nossos dias.

Na minha opinião afeta e nos tira a identidade.

Quem participa do Halloween são pessoas de cosmovisão pagã. Essa festa não tem origem no cristianismo e sim na cultura mundana.

Muitos irão se surpreender no Dia do Juízo com a declaração de Jesus – “Apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade” Mateus 7.23.

A iniquidade é o ‘mau desejo’; tecnicamente não é pecado, mas é o mau desejo de se assemelhar ao mundo e aos seus costumes.

“Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele” 1 João 2:15.

Há costumes que são intrinsecamente ‘mundanos’; o Halloween é mundano e pagão.

Os pais cristãos que permitem que seus filhos participem destas 'brincadeiras' estão preparando a mente de seus filhos para rejeitarem os princípios cristãos. Todo costume mundano, pagão, tira a identidade cristã do indivíduo.

Quer fazer festa? Repita as festas judaicas do passado! Apesar de todas elas alcançarem um cumprimento em Jesus Cristo, seria mais coerente fazermos festas temáticas baseadas na cultura judaica, já que todos somos de uma cosmovisão judaico-cristã.

Leia também A Origem Pagã do Halloween

Um comentário:

António Jesus Batalha disse...

Ao passar pela net encontrei seu blog, estive a ver e ler alguma postagens é um bom blog, daqueles que gostamos de visitar, e ficar mais um pouco.
Eu também tenho um blog, Peregrino E servo, se desejar fazer uma visita
Ficarei radiante se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais, saiba que sempre retribuo seguido também o seu blog. Deixo os meus cumprimentos e saudações.
Sou António Batalha.