VOCÊ É UM SÓCIO OU MEMBRO?


Há muitos clubes e eles se caracterizam pelas vantagens que oferecem. As pessoas se tornam sócias justamente para desfrutar de sua infra-estrutura, seus benefícios e principalmente da companhia das pessoas que são sócias dali.

Muitas igrejas se tornaram clubes. As pessoas vão até ali, não mais para um contato com a Divindade, mas para ter a companhia dos que freqüentam ali.

Faça o seguinte teste e identifique se você é um adorador ou um sócio; conte os pontos em que você se identifica como sendo semelhante ao seu comportamento na igreja:
1. Chegar tarde
2. Não trazer Bíblia, hinário e lição da Escola Sabatina.
3. Vestuário: mulheres roupas sensuais; homens: roupas esportivas.
4. Ficar do lado de fora, conversando e se sociabilizando durante a programação.
5. Não participar do ato litúrgico – não cantar, não orar; distrair-se com celular durante o sermão.
6. Se concentrar nas pessoas, suas roupas, seus carros, seus acompanhantes.
7. Estar ali para combinar encontros, festas, saídas e passeios.
8. Atender ligações telefônicas e não se importar em o fazer durante o culto.
9. Conversar durante a programação.
10. Não possuir vínculos com a igreja (cargos ou funções).

1 a 3 pontos – VOCÊ É UM MEMBRO DESCUIDADO
4 a 6 pontos – VOCÊ ESTÁ NA TRANSIÇÃO DE MEMBRO A SÓCIO
7 a 8 pontos – VOCÊ É UM SÓCIO
9 a 10 pontos – VOCÊ É UM SÓCIO DE CARTEIRINHA

O convívio social da igreja, não salva o indivíduo. É a comunhão com a Divindade que determina a Salvação. Se você percebeu que seu comportamento se assemelha a de um sócio, mude de atitude. A igreja é o local onde vamos para ter contato mais direto com Deus e expressar coletivamente nossos sentimentos espirituais – fé, esperança e louvor.

A igreja é sem dúvida um ambiente social; é ali que nos reunimos como “irmãos” em Cristo. A vida social da igreja também deve existir, mas para isso existem outros elementos na programação da igreja, e devem ser nestas situações que as conversas, o convívio e a sociabilização deve ocorrer.

Os Pequenos Grupos, o Culto Jovem, a Hora Social, os passeios em meio a natureza e dezenas de outras programações se estiverem ausentes irão fazer com que os membros (os mais jovens) procurem uma sociabilização durante os cultos.

Faça da sua igreja o melhor lugar do mundo.

2 comentários:

Ari disse...

È contundente a afirmação de alguns serem apenas sócios da igreja ou chamados de crentes "lustramóveis" fazendo do lugar Santo um lugar como outro qualquer!

IVAIR AUGUSTO COSTA disse...

Concordo.
Isso é um sintoma da sindrome espiritual de Laodicéia; no entanto não devemos nos acomodar por sermos estes doentes espirituais.
Devemos sim por buscar a cura.