BRUXOS, VAMPIROS E AVATARES

“Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo e não segundo Cristo” Colossenses 2:8.

O mais recente recorde de bilheteria, Avatar, dirigido por James Cameron, sagrou-se o maior campeão de todos os tempos, com uma arrecadação mundial de US$ 1,859 bilhão. Cameron ganhou repercursão com os sucessos de ‘Código da Vinci’ onde desacredita os relatos dos Evangelhos e afirma que Jesus nunca morreu, mas se casou e teve filhos com Maria Madalena.

Quando você assiste Avatar, você dá dinheiro a esse tipo de pessoa; você patrocina o ateísmo.

Bruxaria, satanismo e aliens, esse é o conteúdo daquilo que as pessoas estão buscando como entretenimento. Mas isso não é diversão – bruxaria esta relacionado com as coisas espirituais.

Cuidado com o que você assiste ou com o que você se diverte. Muitos dos produtores cinematográficos querem apenas popularizar suas crenças; e elas estão entre o ateísmo e o satanismo.

Os grandes sucessos da indústria cinematográfica nos últimos tempos tem sido sobre a filosofia religiosa, crenças e espiritualismo.

Assim, seja criterioso ao escolher com o que você vai se divertir. Não se divirta com coisas potencialmente perigosas para sua imaginação. Isso tudo é uma grande cilada para sua mente.

"Muitos espectadores reclamaram que "Avatar" e outros filmes em 3D causam dor de cabeça, náusea, visão turva e outros sintomas de enjoo visualmente induzido.

O problema, segundo indica o estudo, é que o filme muitas vezes causa movimentos oculares não naturais.

Normalmente, quando um objeto se aproxima de uma pessoa, os olhos respondem de duas formas. Eles convergem, ou giram para dentro para acompanhá-lo (por exemplo, estenda o braço com o indicador apontado para cima, depois lentamente puxe o dedo para perto de seu nariz). Ao mesmo tempo, enquanto o objeto se aproxima, os olhos focam e mantêm uma imagem clara dele ao modificar o formato da lente, um processo chamado de acomodação visual.

Entretanto, um objeto em 3D voando para fora da tela causa conflito sensorial. Os olhos giram para dentro para acompanhá-lo, mas eles também devem manter um foco fixo na superfície da tela do cinema. Assim, eles convergem sem se acomodar, um desencontro de dois processos naturais que – ao longo de um filme – pode ser bem estressante".
Fonte: UOL

2 comentários:

FaBi judoka disse...

muito bom, que alerta fantastica, hoje é comum mesmo no meio dos cristãos assistir filmes que estão tipo na ''moda'' fazer oque a maioria faz é normal. Eu copiei esse comentário e encaminhei para amigos, vou seguir esse blog, agrega muito. Abraço Fabiana

Dani cruz disse...

Cuidado irmao para que a segueira espiritual lhe mostre demonios onde nao existe.Para os judeus nós somos povo de satanas,nao cometamos o erro do julgamento ,para naosermos julgados.